sábado, 6 de setembro de 2008

Para mais ninguém...

Entre nós deve haver sinceridade
Eu não sei o que é que você tem
Que não me beija nem me procura
Eu tenho medo de perder alguém
De quem espero que aquela jura
Não tenha ido para mais ninguém

O silêncio é uma tortura
Alguma coisa se perdeu
Você já não me olha como antes com ternura
Só falta me dizer adeus...

Adeus

//Paulinho da Viola

2 comentários:

Luiz Modesto disse...

Grande Paulinho da Viola...
Meu, muito bom o negócio aqui, viu.
Vou te colocar nos meu links pra saber sempre o que ta rolando por aqui.
Abraço

Juliana disse...

sempre um arraso =D