terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Vermelho era a cor dos meus olhos

- Eu julgava ser mais forte, mas desisto de você.
- Eu esperei muito por esse dia, é o dia da coragem. Eu não quero ficar com você. Eu tive medo de dizer.
- Eu pensei que estava fazendo papel de palhaço, mas eu só estava te imitando.
- Não foi covardia, eu evitava um dia triste. Eu evitava dias nublados.
- Fizesse chover, eu havia lançado a semente.

4 comentários:

Danúbio e ainda assim tenho vivido, disse...

É duro demais deixar-se abandonar. Gosto bastante de todas as coisas que escreve. Você parecer dizer da dor sem sentí-la completamente, tornando-a doce, leve e frágil como flores de verão.
Abraços

Juliana disse...

*Thiiiii!*
*Me deixe sim..mas soh se for pra ir ali e jah voltar!*
*linda foto!*
*Nublado!*
*chuva!*
*grão!*
*grao de amor!*

SUSANA disse...

Se eu pudesse, teria feito chover tempos atrás...

Michele Hubner disse...

eu não gosto de solidão.